terça-feira, agosto 02, 2005

Ribatejo


Campinos a cavalo Posted by Picasa

Uma imagem que é um cartão de visita da nossa terra, da nossa ruralidade...
A legenda, de tão óbvia, pode parecer gozação, mas não é, não... Há já por aí muita rapaziada que, de tão citadina e civilizada (!?), não distingue um cão dum javali, de cavalos só conhece os das brutas máquinas, acha que o leite vem da Ucal, o fiambre da Nobre e os sumos de fruta da Compal (passe a publicidade) e é capaz de pensar que "isto deve ser cena de Carnaval"... Por isso, à cautela, sempre será melhor a redundância!
Saudações para todos os que, contra ventos e marés, continuam a zelar pela manutenção das terras do toiro e do cavalo e, assim, de parte da nossa riqueza e da nossa cultura.

6 comentários:

Anónimo disse...

Excellent blog! I give it an A+ with a Gold Star!! I'll be creating a blog on nintendo revolution soon, in the meantime if you want to review my website on nintendo revolution uncensored, i'd really appreciate it!

Anónimo disse...

Um texto um pouco pretensioso.
De tanto falar de animais irracionais, até parece que o FADO não previligiava o ser humano.
Tenham maneiras. Falem da vida ,do sentimento,das pessoas ,das gentes, passe a redundãncia.
São os gatinhos, os cavalinhos,os pantufas.PORRA e eu?

Anónimo disse...

PRETENCIOSO.
Ainda sei reconhecer os meus ERROS

Anónimo disse...

Acabei de ler a critica tendenciosa que antecede.
Não concordo.
Conheço fados em que os personagens principais são os animais.Tais como:
-O cavalo ruço
-A cobra da minha sogra
-O Pantufa desditoso
-Lobo que lavas no rio
Brevemente escreverei de forma mais erudita sobre o tema.

-

Campino do Ribatejo disse...

It´s really a pity that the link for nintendo revolution doesn't work.
Let me know,in this blog, when the website will work.
I'm curious to see it.
thanks for the the compliments to this blog.
Come again and always.I'll do the same

janus disse...

Só quero acrescentar que campino é uma profissão, e das duras. Estes senhores, têm por função, tomar conta e levar os touros para outros pastos, e sei lá mais o quê. Não é só festas e touradas. Por sinal tive uma vez um grande susto. Estava eu numa estrada, que liga Santarém a Rio Maior, e vejo aproximar-se uma manada de touros, que os campinos guiavam para mudar de pasto ou sei lá....
ah! é verdade este não é o meu blog por isso não conto o resto...