terça-feira, agosto 30, 2005

AS VOZES SÃO COMO AS CEREJAS...


De cima para baixo e da esquerda para a direita:
Elizeth Cardoso - Alcione -
Secos & Molhados- Ney Matogrosso Posted by Picasa

Fui visitar o blog do Tiago Torres da Silva (www.cancoesdotiago.blogspot.com) cujo mais recente post é dedicado a Ney Matogrosso que, no último disco, canta UMA CANÇÃO POR ACASO, com letra (belíssima) do Tiago. Lembrei-me de imediato da fantástica banda que Ney integrou e que, em 1973, deixou a todos de cara à banda - pela novidade, a ousadia, a voz do Ney, a postura... tudo; Secos & Molhados operou uma revolução. Ney continua a ter essa capacidade de se renovar e reinventar constantemente, continua a ser essa força capaz de mexer com a indiferença, o que faz a diferença.
No post anterior, em comentário,Valéria Mendez (www.fadista-valeria-mendez.weblog.com.pt/) refere o nome de outro dos monstros da canção brasileira, mas menos conhecido do grande público: ALCIONE - divina !
E eu aproveito para lembrar aquela de quem Herminio Bello de Carvalho disse: "É desnecessário explicar alguma coisa, quando alguém (falo do artista, um ser especial) permanece por mais de quarenta anos no coração do povo. Falando de povo, falo de país, e aí estou falando de Brasil e da cantadeira Elizeth Cardoso. Povo não ama impunemente, acho eu. Elizeth está aí prá provar. Que mistério leva essa mulher que, sem querer querer, é Divina, Magnífica, Enluarada? Talvez haja mistério não: deve ser coisa de fetiche, destino, de nascer predestinada prá esse ofício que exerce. ..."
Bom dia e boas audições!

domingo, agosto 28, 2005

DAR UMA VOLTA


Pena's Castle Posted by Picasa

Por essas bandas é bem capaz de estar mais fresco...
Se quiserem, é só ir até www.waltergirotto.com
Já vou também

OUTRAS VIAGENS


Roma Posted by Picasa

...através da arte fantástica de BRUNO DI MAIO.
Apanhem a www.brunodimaio.it que chegam lá num instante.
Bom Domingo!

sábado, agosto 27, 2005

VIAJAR


Sacred Valley, Perú Posted by Picasa

Podem ver esta e outras maravilhosas fotografias em www.Kennethparker.com
Bom fim de semana. Boas viajens!

sexta-feira, agosto 26, 2005

K'é IXTO ???!!!

eleitorado tormentoso frioleira cosmopolita política estúpida cagativa cortesã ignóbil senhor malgovernar ignomínia merdosos agiotas arvícolas tosa remir defenestrar vacão estapafúrdio tosco velhacagem beatices ampulheta chalaça xilóide títere estado estulto ministro malandro tosco esbanjar xilófago zonzo ignorante estrumeira parva lipofrenia chafurda lei futre pivete fogaréu ignescente afinfou zepelim turbativo
Desculpem, isto é bruxedo, mesmo! Ao despejar o lixo, as palavras saltaram para aqui e não consigo apagá-las!... São as que fui eliminando do post anterior!... Afinal, olhem, o que tem que ser tem muita força. . . Nem leiam, são palavras soltas, sem sentido.

NO POUPAR É QUE VAI O GANHO !...

Consultando as grandes dos jornais diários, logo me apercebi que o governo está a fazer um esforço imenso para poupar e, desse modo, favorecer todos nós, o que desde já agradeço. De resto, esta tem vindo a ser uma manifesta preocupação de todos os governos aos quais, por isso, não se tem convenientemente agradecido. Desta vez, o governo, ao aumentar a idade de reforma dos funcionários públicos, espera poupar 200 milhões em 4 anos. Muito bem. Diz o povo e, como sempre, com toda a razão, que o trabalho dá saúde e, deste modo, junta o governo, de um modo inteligente, o útil ao agradável - não só obsta a um empobrecimento maior do país pagando chorudas reformas a preguiçosos que nunca fizeram nada e estão ainda muito a tempo de fazer alguma coisa, como também promove a saúde dos idosos que, deste modo, ficarão muito mais saudáveis e, por isso, recorrerão muito menos aos serviços de saúde, o que resulta também em enorme poupança nacional... o único problema que vejo nisto tudo é o facto de, como patrão, o estado, com esta determinação, estar a desrespeitar o contrato que estabeleceu com os seus empregados mais antigos, mas, enfim, se é para bem deles e, demais, para o bem do país, também que importância pode isso ter se a regra é não cumprir seja o que for e quem cumpre é até olhado de lado olhó parolo! A assim ser, já me vou preparando a partir de hoje para a grande maratona que me espera até aos 65, isto se entretanto não subirem a fasquia, para assim se poupar mais uns milhões...
No mesmo diário, o título da notícia àquela encostada informa que os partidos planeiam gastar mais de 100 milhões com as autárquicas, ou seja, num pequeno lapso de tempo, esta gente vai gastar (para quê? ) mais de metade do valor que os velhos durante quatro anos vão poupar para o governo. É verdade que poupar leva sempre muito mais tempo do que gastar e que é mais difícil mas isto não deve ter nada a ver uma coisa com outra, são sacos diferentes, países diferentes...
Também ao lado destas duas vem ainda outra notícia cujo título nos dá conta da intenção do primeiro-ministro-bombeiro em substituição de adquirir, para a época balnear, perdão, de fogos do ano que vem uma frota própria de aeronaves de combate aos incêndios florestais com o que, provavelmente, irá também antecipadamente gastar muito mais do que aquilo que os pobres FP ainda não terão tido, tão pouco, tempo de poupar para os cofres do estado. . . mas, claro, esta é uma questão que não interessa nada; com uma frota como a que teremos qual é a floresta já ardida, sim, que das outras, das verdes, já não há que dê para uma frota, mas perguntava eu retoricamente, com uma frota dessas que o sr. Antº Costa se prepara para comprar, qual será o incêndio que se atreverá sequer a deflagrar!? esta é manifestamente uma louvável e brilhante atitude de prevenção que de resto todos devíamos seguir, inclusive os proprietários florestais a quem o governo quer agora obrigar a limpar os terrenos em vez de os obrigar, a cada um deles, a comprar uma dessas aeronaves o que seria muito mais seguro e favoreceria o negócio das aeronaves e congéneres o que também é importante para o desenvolvimento da nação e sobretudo das contas bancárias de um punhado de amigos e residentes em Portugal... Pena que o Sr. Sampaio não tenha antes falado com o Sr. Costa e este o tivesse informado dos benefícios da aquisição de aeronaves ao invés dessa coisa antiga que é limpar a floresta e dá muito trabalho que podia até ser feito pelo exército e pelos presos, duas espécies que os cidadãos sustentam sabem lá bem para quê... E já agora, quero eu apontar outra vantagem das aeronaves - acabam de vez com os incendiários, isto para quem ainda acredita em incendiários, já se vê que presentemente são um bocado como as bruxas, há quem não acredite neles, mas que os há, há... embora os fogos que provoquem sejam dos mais pequenininhos, claro, segundo diz o pessoal entendido, os grandes fogos são motivados por grandes paixões, perdão, detonações tipo máquinas de lavoura adragonadas que andam onde não devem a lançar faíscas em terrenos não limpos tão simples quanto isso - quem ficou sem nada, ou seja, sem teres e haveres, com uma mão atrás e outra à frente, esses é que são os verdadeiros culpados da sua deles desgraça que, primeiro, tinham uma floresta desadequada e que não interessava nada e facilitava o avanço dos fogos e demais não limpavam os terrenos cujos, antes dos incêndios, foram todos devidamente observados por funcionários do governo que então até avisaram as pessoas do perigo que corriam mas elas nada, não se ralaram e depois toma...
É bom começar as manhãs ajuizando quão nosso amigo é o governo e como se preocupa com o bem estar de todos os portugueses!...
Obrigada pelo serviço que nos têm prestado e terão ainda oportunidade de prestar, pelo menos até aos 65 anos e continuem a dar-nos exemplos de poupança nacional porque o exemplo vem de cima, não das aeronaves mas precisamente dos que estão no topo da hierarquia do estado e é bom verificar que aqui em baixo não estamos sós a apertar o cinto -vocês, coitados, já nem têm mais furos para alargar o cinto e nós, comilões, já não temos mais furos para o apertar... o que, bem vistas as coisas, dá no mesmo, num sentido ou noutro, o que já não temos é mais cinta, digo, furos!...

quinta-feira, agosto 25, 2005

CURIOSO !!!

A pedido de uma amiga minha, fui ontem à Farmácia mandar aviar uma receita que lhe fora passada. Após ter aviado os medicamentos e feito a leitura dos respectivos códigos de barras, a técnica introduziu a receita numa maquineta acoplada ao micro computador, posto o que me solicitou que assinasse o verso que tinha sido impresso. Hum, coisa nova, pensei eu. Por isso, antes de assinar, detive-me a observar o que a máquina escrevera : Identificação da Farmácia; nº de documento para facturação ao SNS; datas da venda e da receita; nome, quantidade e preços dos medicamentos fornecidos com os respectivos códigos de barras; logo a seguir, o seguinte texto: «Declaro que me foram dispensadas as 4 embalagens de medicamentos constantes da receita e prestados os conselhos e informações sobre a sua utilização. O utente ________________ » .
Por graça, perguntei, então, à técnica se os medicamentos eram de graça, uma vez que me pediam que assinasse uma declaração de dispensa de medicamentos... Claro que não ! os medicamentos continuam a ser comprados pelos utentes e vendidos pelas farmácias! De graça, só mesmo estas "boutades" com que a nossa Administração teima em nos brindar diariamente!...
Claro que não assinei, sem antes ter emendado o texto.

O Fado de Nossa Senhora

De entre os nossos cantores/compositores de música ligeira mais conhecidos, já lembrei Carlos Tê e Rui Veloso, responsáveis pelo FADO DO LADRÃO ENAMORADO.
Hoje vou lembrar outro cantor/compositor que, embora não sendo também fadista, cantou O FADO DE NOSSA SENHORA, de que igualmente gosto muito

Perguntei a uma velhinha
se já tinha amado alguém
e a velhinha respondeu
-Amei, como uma rainha
e sofri como ninguém
ninguém amou como eu.

Depois sentei-me com ela
nos degraus duma capela
e ela prosseguiu então
-Se amares alguém, tem cuidado
que amar pode ser pecado
ou talvez a redenção.

O amor é uma miragem
pode aparecer-te num pagem
ou transformar-se em algoz
Pode aparecer-te em pastor
ou ser Deus Nosso Senhor
que morreu por todos nós.

Depois de me aconselhar
a velhinha, coitadinha,
despediu-se e foi-se embora
E eu tenho estado a apensar
se aquela linda velhinha
seria Nossa Senhora!

Bonito, não é? Sabem quem é o autor?

Ora bolas!

Sou tão sensível aos comentários!...
Ninguém disse nada do belo Dragão Marinho !?...

quarta-feira, agosto 24, 2005


Gerês Posted by Picasa
Foto para a posteridade,

Estes últimos dias têm sido muito complicados... Nem me apetece escrever!
Não sei se Portugal está de luto, mas eu estou. Estar de luto é estar assim triste, angustiada, sabendo que se perdeu qualquer coisa de muito importante; é sentir-se impotente; é sentir a nossa verdadeira dimensão. . . É também esta indignação que não calo, mas não remedeia; olhar à minha volta e constatar que a maior parte de nós não pensa, não sente, não entende ou então, simplesmente, não fala... por medo ou porque ninguém os ouve?... constatar que a maior parte de nós nada faz para contrariar os Fados e se rende à inevitabilidade de uma trágica preDestinação...
O país ainda arde, as florestas queimadas ainda agonizam, os velhos e as crianças ainda guardam no olhar o terror desse inferno de chamas que os desabrigou e ainda os que sabem choram os que morreram nesse combate desigual contra o fogo que destruiu também árvores, algumas mais velhas que o mais idoso dos anciãos, vegetação e inúmeros animais apanhados na fuga... e já surgem as primeiras notícias acerca dos "negócios do fogo", já se faz desses cenários de destruição um espectáculo!...
Para além deste intenso odor a madeira queimada, está-me mesmo é a cheirar a política de terra queimada...
Valha-nos o Todo Poderoso!

domingo, agosto 21, 2005

DRAGÕES II


Dragão Posted by Picasa
Estes outros dragões pertencem unicamente à mitologia de diversos povos e culturas, assumindo funções e simbologias diferentes, em cada uma delas. De deuses ou demónios a simples bestas ferozes, os dragões fazem parte do imaginário de muitos povos , de oriente a ocidente. Mas parece que, de facto, nunca terão existido, embora S. Jorge tenha sido canonizado por ter morto um dragão...
Em Komodo existe um réptil que, sendo de algum modo parecido com a descrição do mítico dragão europeu, é conhecido como o Dragão de Komodo, embora seja desprovido de asas e do sopro de fogo...
Assim sendo, antes prefiro o Dragão que habita em www.dragoscopio.blogspot.com que tem asas e voa e é mestre da Palavra. Pode ou não concordar-se com o que ajuíza o Dragão, mas é sempre um prazer ler os seus escritos; pelo simples prazer do texto.
E não temam o seu sopro de fogo que, verdadeiramente, só destrói quem não acredita em dragões...

sábado, agosto 20, 2005

DRAGÕES


Dragão-Marinho Posted by Picasa
Phyllopteryx Taeniolatus
Esta criatura, completamente fascinante, apenas pode ser encontrada nas águas da Austrália e... no Oceanário de Lisboa, que vale sempre a pena visitar.
Este dragão, que bem pode ser considerado como o mestre do disfarce, deve a sua espectacularidade ao facto de ter, ao longo do corpo, pequenos apêndices em forma de folha que lhe permitem fazer-se passar por planta marinha e, desse modo, enganar os predadores.
Por mais que se olhe, não se descortina onde acaba o animal e começa a planta!...

sexta-feira, agosto 19, 2005

SEXO-LÂNDIA


CARACÓIS Posted by Picasa

Moluscos Gastrópodes Pulmonados Terrestres
Têm uma concha, feita de cálcio, que serve de protecção; um "pé" que permite deslizar sobre um rasto de muco que segregam; dois tentáculos maiores na extremedidade dos quais se encontram os olhos, mas praticamente não vêem; dois tentáculos menores onde se localizam principalmente os sentidos do tacto e do olfacto; não são providos do sentido da audição; alimentam-se sobretudo de plantas, embora alguns caracóis se alimentem de outros caracóis e também excrementos de aves.
Os caracóis são seres hermafroditas, ou seja, possuem um aparelho reprodutor ao mesmo tempo próprio do macho e da fêmea; por isso, cada caracol pode acasalar com qualquer outro caracol da sua espécie, desde que se encontre disponível; no entanto, são hermafroditas incompletos, i. é, necessitam de um parceiro para realizar a cópula e a fecundação. O aparelho genital encontra-se situado ao lado da boca. Os caracóis acasalam aproximadamente quatro vezes por ano, podendo o "contacto" durar até cerca de uma hora... Depois de acasalarem, ambos podem pôr ovos. Quando os ovos eclodem, os caracóis bebés já têm conchas.
Estas criaturas extraordinárias são símbolo da fertilidade, mas também da morte e do renascimento, o tema do eterno retorno.
Há quem os aprecie bem temperados a acompanhar com umas "imperiais"; um "prato" que, provavelmente, herdámos dos romanos, cujas legiões transportavam as caracularia, caixas onde se reproduziam e criavam os caracóis, que serviam de alimento aos soldados do Império.
Falta provar cientificamente, mas há um estudo segundo o qual a aplicação directa do muco do caracol em regiões com celulite acaba com esse pesadelo feminino...
É questão de experimentar! Ofereçam, a um prato de caracóis, um passeio dos quartos traseiros às coxas e, mesmo que a celulite não reduza, talvez tenham oportunidade de ver, pela primeira vez, uma magnífica cena de amor entre hermafroditas!...

quinta-feira, agosto 18, 2005

MAUS AGOIROS


Maus Agoiros Posted by Picasa

Este é um dos fados emblemáticos de Berta Cardoso, conhecido como Tia Macheta (Mancheta, no original).

Datado de Janeiro de 1954, da autoria de J. Linhares Barbosa, este poema constitui "uma verdadeira aguarela", como costumava dizer D. Mourão-Ferreira que, sempre que ia ouvir Berta Cardoso, não dispensava que ela lhe cantasse este fado.
Basta este excerto para concordar com a opinião do poeta:
O amante não aparecera,
Triste, a Severa,
Sempre fiel,
Chamou a Tia Mancheta,
Velha alcoveta,
P'ra saber dele.
A velha pegou nas cartas
Sebentas, fartas
De mãos tão sujas...
E antes de as embaralhar
Pôs-se a grasnar
Como as corujas.
"Ele não vem, minha filha,
Di-lo a espadilha,
Há maus agoiros;
Há também uma viagem
E um personagem,
A dama d'oiros."
... ... ... ... ...
(O poema é construído em sextilhas; a minha inabilidade técnica não permite postar o texto com as devidas separações, mas aqui fica o alerta)

terça-feira, agosto 16, 2005

O SONETO, de Armando Silva Carvalho


Saloios Posted by Picasa
Litografia sobre papel
Jorge Barradas (1894 - 1971)


Fogem como crianças nessa idade
em que as pesadas cãs não atraiçoam
a ver os rios que nascem na cidade
e as pombas de metal que a sobrevoam.

Nas curvas do caminho onde uma nora
fornece o combustível dos patrões
e a sua paciência se demora
a cultivar galinhas e melões

deixam cair os sacos de riscado
onde o pão seca e a fruta apodreceu
e deitam fora o pau que toca o gado.

Colam a cara aos vidros de um museu
que corre para trás desamparado
e catam uma saudade que nasceu.

segunda-feira, agosto 15, 2005


"...Era o supremo encanto da merenda..." Posted by Picasa

Um poema "rubro" de CESÁRIO VERDE


Papoilas Posted by Picasa

DE TARDE

Naquele «pic-nic» de burguesas,
Houve uma coisa simplesmente bela,
E que, sem ter história nem grandezas,
Em todo o caso dava uma aguarela.

Foi quando tu, descendo do burrico,
Foste colher, sem imposturas tolas,
A um granzoal azul de grão-de-bico
Um ramalhete rubro de papoulas.

Pouco depois, em cima duns penhascos,
Nós acampámos, inda o sol se via;
E houve talhadas de melão, damascos,
E pão de ló molhado em malvasia.

Mas, todo púrpuro, a sair da renda
Dos teus dois seios como duas rolas,
Era o supremo encanto da merenda
O ramalhete rubro das papoulas!


(Hello!? : Alguém por aí que goste de pão de ló molhado em malvasia? 'bora fazer um pic-nic?...)

domingo, agosto 14, 2005

Se me dão licença...

Só queria aqui deixar registada a minha indignação. . .
O Sr. Sócrates mesmo com o País a consumir-se pelo fogo a reduzir-se a cinzas continua a gozar férias (por acaso até nem sei onde e nem me interessa) Concluí que afinal esta cena dos fogos não é importante eu é que sou alarmista ou assim... está tudo bem com certeza Se não estivesse o Primeiro e os outros de certo que já teriam tomado quaisquer medidas importantes e estariam presentes Estupidez minha esta preocupação achar que os fogos estão a destruir uma parte importante de Portugal Estupidez e provavelmente ignorância... Assim como esta questão das condecorações! O Sr. Presidente condecorou hoje o grupo pimba global que de certo já fez muito por Portugal se não de certo que não era condecorado Tantos outros cantores portugueses que nunca viram a cor duma medalha!... Tantos que como Camões cantando espalharam por toda a parte... Sem demagogias, os bombeiros que perderam a vida a defender bens pátrios vão receber as medalhas quando? Ou serão os incendiários?! Sinceramente já ando um bocado confundida com os vossos valores!
Viva o Sr. Sampaio, Presidente de todos os Portugueses e de todos os you too/two...!...

sábado, agosto 13, 2005

PORTUGAL A CANTAR


Berta Cardoso no Teatro Sá da Bandeira Posted by Picasa
Cartaz datado - 04.06.1946 - Porto

sexta-feira, agosto 12, 2005

TOURADA


TOUREIROS Posted by Picasa

Andei a fazer alguma pesquisa sobre este tema que, como já se viu, é recorrente neste blog. Encontrei duas frases fantabulosas:
"Amor eh igual tourada, marcou bobeira levou chifrada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"
(Superflog da Thay)
"Se Tourada é Cultura Canibalismo é Gastronomia"
(Blog da Drella)

quinta-feira, agosto 11, 2005

ÁRVORES


Quercus suber - Sobreiro Posted by Picasa

Árvores do Alentejo

Horas mortas... Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a benção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!

Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

Um belo soneto de _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _



Todos a banhos, hem!
Pois bem, então eu faço a pergunta e dou a resposta!... De resto, já estou habituada, tenho anos de experiência!.....

O soneto é de FLORBELA ESPANCA

quarta-feira, agosto 10, 2005

No camarim


Ensaio Posted by Picasa

Sabem quem são ou querem que diga ?...
Os dois cavalheiros formavam um Duo (........) e gravaram, com Berta Cardoso, um disco (LP) para a Capitol - A Visit to Portugal.
A lady ("eu sou uma lady!") é uma famosa fadista, que também passou pelo teatro de revista, mas de quem ultimamente muito pouco se tem ouvido falar.
E não digo mais nada, chega de blá, blá, blá!...

........Então, eu digo:
Da esquerda para a direita- Raul Indipwo, Beatriz da Conceição e Milo MacMahon
Raul e Milo formaram, em 1959, o Duo Ouro Negro.

segunda-feira, agosto 08, 2005

FADO E TOIROS


E TAMBÉM PARA OS HOMENSPosted by Picasa

Eu sei que é difícil entender certos sentimentos, que são quase inexplicáveis, mas a verdade é que existem maneiras de sentir e querer e amar muito diversas e todas elas respeitáveis...
É verdade que sempre nos parece que a nossa maneira de ver é a melhor e única aceitável...
Seria, portanto, lícito que eu achasse, já que gosto de touradas, que todos devessem também gostar... Mas não; respeito todos quantos, pelas mais variadas razões, não gostam da chamada Festa Brava e compreendo que até "detestem" quem goste... Por isso, a única coisa que reclamo é que, do mesmo modo, respeitem os meus gostos... Refiro-me, já se vê, à TOURADA. O que me espanta é que, tendo eu já abordado outros temas bem mais importantes, que nem um comentário mereceram, este, inexplicavelmente, levantou alguma acesa discussão... Em que eu não vou entrar. Quero só referir que o que eu disse, no post de 3 do corrente, não pode ser entendido como uma constatação do presente, mas sim como uma referência histórica: "Touros e fado, fadistas e toureiros, sempre se deram bem..." ; não afirmei que se continuem a dar, embora se esteja de novo a promover, por exemplo, a actuação de fadistas em praças de touros.
Que ligar o Fado à Tourada seja "dum passadismo atroz e duma cegueira tradicionalista que não faz sentido no séc XXI", será uma opinião que respeito; acerca do assunto só se me oferece dizer, ainda uma vez, o seguinte: gosto de Fado e gosto de touradas e ambos fazem sentido, para mim, neste século XXI em que muito pouca coisa parece fazer sentido...
Não faz sentido a fome, não faz sentido a crueldade , não faz sentido o terrorismo, não faz sentido a guerra, não faz sentido o abuso, a violação, a mutilação, o abandono, a indignidade, a destruição; não faz sentido que o Homem tenha construído e detenha um arsenal bélico de que uma ínfima parte já daria para destruir o planeta...
Neste contexto, permitam-me ajuizar que, o facto de não fazer sentido ligar o Fado à Tourada, será de somenos...

domingo, agosto 07, 2005

Um soneto de D. Mourão-Ferreira

EDUCAÇÃO SENTIMENTAL

Na janela mais alta de Lisboa,
és a ave chamada Todavia:
a que posta no céu não se desvia,
mas que perto do rio já não voa...

Hei-de ensinar-te, devagar (perdoa!),
a pressa com que Amor se pronuncia
e a conjugares a noite com o dia
quando o corpo do corpo se condoa...

Fecha os olhos, e voa! Mas não queiras
ao inferno do céu traçar fronteiras
nem ao céu do inferno pôr limites:

voar só vale a pena enquanto for
uma forma de amar além do amor,
furor que todavia não habites...


David Mourão-Ferreira é um dos meus poetas de eleição. A antologia poética As Lições do Fogo
é, para mim, desde há muitos anos, um dos meus livros de cabeceira. Como eu gostava de saber escrever assim!...
Óptima semana para todos.

Um Soneto de REINALDO FERREIRA


Cacti Posted by Picasa

Passemos, tu e eu, devagarinho,
Sem ruído, sem quase movimento,
Tão mansos que a poeira do caminho
A pisemos sem dor e sem tormento.

Que os nossos corações, num torvelinho
De folhas arrastadas pelo vento,
Saibam beber o precioso vinho,
A rara embriaguez deste momento.

E se a tarde vier, deixá-la vir...
E se a noite quiser, pode cobrir
Triunfalmente o céu de nuvens calmas...

De costas para o Sol, então veremos
Fundir-se as duas sombras que tivemos
Numa só sombra, como as nossas almas.

sábado, agosto 06, 2005

CREMATÓRIO


HIROSHIMA - O INFERNO Posted by Picasa
imperdoável inesquecível inexorável infando inqualificável indigno inadmissível ignóbil hediondo
INEXPLICÁVEL

sexta-feira, agosto 05, 2005

Mostrar quem manda


Domínio Posted by Picasa

Na arena, é necessário respeitar o terreno do outro;
domina o que melhor souber usar a cabeça.
Felizmente que, na maior parte dos casos, é o touro que "baixa a cabeça" ou tenta fugir da sorte; é o homem que, de joelhos ou em viagem, pára o touro. E digo felizmente porque, embora goste muito de animais, gosto mais dos da minha espécie (embora nem sempre mereçam...) e por isso me apraz recordar que a "força" do pensamento é capaz de vencer a força bruta...
Isto para dizer que o que se passa numa arena não é, como alguns afirmam, uma luta desleal e bárbara, cujo objectivo é a imolação do touro e para dizer também que os toureiros não são os selvagens do século e nem os aficionados se encontram entre os serial killers que a civilização produziu...
É incontestável a beleza plástica do espectáculo. Devo confessar, no entanto, que, para mim, seria perfeito se não fosse necessário castigar o touro... às vezes, aquele sangue incomoda-me, mas também é verdade que mais me faz admirar o animal que continua a lutar e não se dá por vencido, mostrando a sua nobreza...
Finalmente, lembrar que os toiros bravos são criados unicamente para este fim e que, se acabarem as corridas, provavelmente esta espécie será "descontinuada"... É verdade que, em Espanha, acabam mortos na arena e que, durante a lide, se pica o toiro, mas também é verdade que só vai ver o espectáculo quem quer... Lembrar também que os boizinhos e vaquinhas de que comemos o belo bife ( sem reclamações nem manisfestações desses grupos de apoio aos animais), esses animaizinhos são violentamente tratados e explorados, nomeadamente as fêmeas que são transformadas em "fábricas de leite" e reprodutoras intensivas, acabando as suas tristes e breves vidas no matadouro, onde são abatidas sem dignidade e muitas vezes esfoladas ainda meio vivas... E isto, senhores defensores dos direitos dos animais, é carnificina ou não ? O abandono de animais, a criação intensiva, o treino que inclui maltratos, etc., etc., serão também objecto das preocupações dos amigos dos animais?.... Ou será que só a tourada os incomoda !?..........
Seria bom que os amigos dos animais se manifestassem menos e actuassem mais - que arranjassem estruturas para abrigar os abandonados e tratar os doentes e pensassem em formas de impedir efectivamente o abandono e maltrato dos animais, bem assim a proporcionar uma vida de menos sofrimento e uma morte menos violenta a todos os animais cujo sacrifício diário contribui para a sobrevivência da nossa espécie.
Depois, poderemos então falar das touradas!...
E agora, a solicitação ministerial, vou arregaçar as mangas que o País está a arder e não há quem consiga apagar este INFERNO. Este é um espectáculo doloroso que todos somos obrigados a ver, cujas causas e consequências são enormemente gravosas para Portugal.
O que se está a passar é terrorismo puro e duro. Senhores ecologistas, senhores Verdes, há ecossistemas importantes postos em causa. Alguém anda a destruir Portugal, mas entretanto os portugueses vão a banhos e, como na sua maioria são citadinos, residentes ou em Olissipo ou em Oporto, nem se dão conta da dimensão da tragédia.
Se eu acreditasse em Ligas, Associações, Irmandades e o camandro diria assim:
Aceitam-se inscrições para constituir a Confederação dos Amigos de Portugal.
- 'Spera lá, Manel, que já te chego o balde d'água!...

quarta-feira, agosto 03, 2005

Oooooooooop's


Sanfermin Posted by Picasa

Pois...às vezes, ganha o touro!...

Festa Brava


toureio a cavalo Posted by Picasa

Há quem não goste e há até quem condene...
Paradoxalmente, muitos, como eu, gostam de animais e gostam também de tourada.
Touros e fado, fadistas e toureiros sempre se deram bem ...
Por isso, não é difícil encontrar fados que versem temas ligados à tourada; alguns, dedicados a figuras marcantes do toureio; este, a um dos seus actores principais - o Touro.
Do fado "Touro de Vila Franca" que Hermínia Silva tão bem cantava:
"...
Eh, toiro de Vila Franca!
Eh, toiro bonito !, arranca
que tens aqui quem te faça frente
corre pr'ó meu cavalo
que eu contra ti abalo
A emoção vibra em toda a gente.
..."
(Dr. Alberto Janes)

terça-feira, agosto 02, 2005

Ribatejo


Campinos a cavalo Posted by Picasa

Uma imagem que é um cartão de visita da nossa terra, da nossa ruralidade...
A legenda, de tão óbvia, pode parecer gozação, mas não é, não... Há já por aí muita rapaziada que, de tão citadina e civilizada (!?), não distingue um cão dum javali, de cavalos só conhece os das brutas máquinas, acha que o leite vem da Ucal, o fiambre da Nobre e os sumos de fruta da Compal (passe a publicidade) e é capaz de pensar que "isto deve ser cena de Carnaval"... Por isso, à cautela, sempre será melhor a redundância!
Saudações para todos os que, contra ventos e marés, continuam a zelar pela manutenção das terras do toiro e do cavalo e, assim, de parte da nossa riqueza e da nossa cultura.

ODE


solsaph Posted by Picasa

A cada qual, como a statura, é dada
A justiça: uns faz altos
O fado, outros felizes.
Nada é prémio: sucede o que acontece.
Nada, Lídia, devemos
Ao fado, senão tê-lo.

R.R., ou seja, R___________ R________