sexta-feira, fevereiro 26, 2010

RITA CASTELO BRANCO - "Noite de guitarra"

VÍDEO DE HOMENAGEM
video

Rita Castelo Branco é o nome artístico de Rita da Conceição Moita Almeida Morgado, uma alentejana de Moura, que no passado dia 1 festejou o seu 71º aniversário (oficialmente a 8), fadista que teve Hermínia Silva como sua Madrinha de Fado, que fez parte dos elencos do "Solar da Hermínia", "Viela", "Taverna d'El-Rei", "Poeta", "Mal Cozinhado" (na Foz - Porto), "O Fado" (em Madrid), entre outros, participou em vários espectáculos, no país e no estrangeiro, tendo-se retirado em 1982.

Aqui fica este apontamento biográfico e este fado a recordar Rita Castelo Branco.

4 comentários:

Anton Garcia-Fernandez disse...

Cara amiga Ofélia:

Excelente vídeo, cheio de fotografias interessantes (gosto muito da fotografia da Rita com o Tony de Matos) e um fado muito bem cantado, Eu conhecia o nome da Rita Castelo Branco, mas nunca tinha ouvido nenhuma das suas gravações. E a música do Alfredo Marceneiro é a mesma do seu fado "A Viela"? (O que começa "Fui de viela em viela / Numa delas dei com ela / E fiquei enfeitiçado"). Acho que sim, mas não estou certo.

Muito obrigado por mais um vídeo óptimo!

Beijinhos desde Memphis,

Antón.

MLeiria disse...

Não, meu caro Antón, esse é no homónimo deste meu singelo blog; este, é na chamada Marcha do Marceneiro. Agora, o seu conhecimento de figuras do Fado não deixa de me admirar... sendo natural que nunca tivesse ouvido nada da Rita, uma vez que não é das vozes que mais se ouve na rádio, nem dos registos fonográficos que mais apareça nos expositores das casas comerciais da especialidade, verdade? :-)
No que às fotos respeita, tudo gente do melhor do Fado... até eu apareço por lá, pois então!... Não me diga que não reparou !?...
Beijinho para ambos e
Bom Domingo
O.

Anton Garcia-Fernandez disse...

Obrigado pela explicação sobre a "Marcha do Marceneiro": agora já sei que "A Viela", uma das minhas gravações favoritas do Marceneiro, usa a melodia do "Fadocravo".

A verdade é que a primeira vez que vi o vídeo não reparei em que você mesma aparece nele, mas vi-o uma segunda vez e já reparei em que você está lá! :-) Não, nunca tenho visto nenhum disco da Rita nos expositores de nenhuma casa comercial, mas se eu encontrar algum no futuro, comprá-lo-ei!!! Estou a trabalhar num artigo sobre a Amália no que não repasso a sua carreira, mas falo da sua figura e digo que é mágoa que muita gente conheça só Amália e não as outras grandes cantadeiras da história do fado. Acho que se a gente se expôr à música das outras grandes figuras do fado há-de gostar delas tanto como da Amália...

Beijinhos e bom domingo para você!

Antón.

MLeiria disse...

Tal e qual, Antón! Precisamente o que penso do assunto. Cá espero por mais esse artigo, acerca de Amália.
Relativamente à produção discográfica de Rita C.B., estava a ironizar; claro que não vai encontrar!...
Beijos para si e Erin.
Bom Domingo.
O.