sexta-feira, fevereiro 06, 2009

NATALINO DUARTE - "Porque gosto do fado"


Natalino Duarte, uma voz também recordada por Vitor Duarte Marceneiro, no seu blog
http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/95134.html, a quem, mais uma vez, endereço os meus agradecimentos, bem como a Fernando Batista do utilíssimo blog http://fbfadoporto.blogspot.com/, pela preciosa colaboração.

Agradeço também a Julieta Estrela http://fadocravo.blogspot.com/2009/02/julieta-estrela-nao-digas-adeus.html#comments que quis honrar este blog com a sua colaboração, enviando mais alguns dados sobre Natalino Duarte. Ei-los:
"Natalino Duarte nasceu em Lisboa, em 1935, cidade onde veio a falecer em 21.02.2002.
Apresentou-se pela primeira vez em público aos 9 anos, vindo mais tarde a fazer teatro de rua, nas cegadas. Em 1957, foi o 1º classificado no concurso "Primavera do Fado", realizado no antigo Café Luso, na Travessa da Queimada, passando depois a fazer parte do seu elenco. Em 1964, participou em vários programas de televisão, tendo, num deles, actuado ao lado de D. Maria Teresa de Noronha.
Gravou 14 discos EP; em 1998, a Movieplay editou um CD com os seus principais êxitos, entre os quais "A Lenda da Fonte", de que foi o criador em 1959, da autoria de Domingos Silva.
Fez parte do elenco de várias casas de fado, estando, nos últimos tempos, ligado ao Pátio Alfacinha, como responsável pela direcção artística.
Era irmão do violista Carlos Duarte."
VÍDEO DE HOMENAGEM

video

4 comentários:

Manuel Peralta Godinho e Cunha disse...

Este seu blogue é uma maravilha.
Fui ver os blogues de Vitor Duarte "Marceneiro" e Fernando Batista. Gostei.
è bom haver gente a divulgar o fado.
Beijinho para si,
Manuel

Fadista disse...

Muito obrigada, Manuel!
Bjinho
OP

Cowboy Anton & Cowgirl Erin disse...

Muito obrigado por ter lembrado o Natalino Duarte, um fadista de quem gosto muito mas de quem só tenho um disco. A sua voz é maravilhosa; é uma pena que não tenha gravado mais discos. Para além do artigo que o Vítor publicou no seu blog, não há muita informação sobre o Natalino Duarte. Tem você mais alguma informação sobre ele?

Muito obrigado também pelo anexo sobre o Marceneiro: vai-me ser de muita ajuda ao escrever o artigo sobre ele!

Beijinhos de Nashville,

Antón.

Fadista disse...

Meu caro
Sobre o Natalino Duarte, não tenho mais nada, mas vou procurar e não me esquecerei de si, caso encontre alguma coisa.

Ainda bem que esse artigo sobre o nosso Grande Marceneiro lhe foi de utilidade.

Beijinhos from Lisbon with Fado
OP