sábado, junho 28, 2008

NATÁLIA DOS ANJOS - "Cigarra e formiga"


Natália dos Anjos (1913-1991), fadista e autora de letras de fado, natural de Lisboa, começou a cantar em sociedades de recreio, desde criança. Cantou, também como amadora, no Retiro da Severa, onde ficou contratada logo após a profissionalização, em 1936.
A letra deste fado é, de certo modo, autobiográfica. De facto, durante alguns anos, Natália dos Anjos era vendedeira durante o dia (tinha, com a mãe, um lugar de venda de aves na Praça da Figueira, que era considerado um dos mercados mais elegantes da Europa e que encerrou em 30.06.1949, tendo sido demolido posteriormente) e cantadeira à noite.
"Eu sou cigarra e formiga
pois vivo desta maneira
sou modesta rapariga
de noite boto cantiga
de dia sou vendedeira"
VÍDEO DE HOMENAGEM

video

Sem comentários: