sábado, setembro 03, 2011

MICÁ - "O Português"

Há já algum tempo que tencionava lembrar a Mª do Carmo Silva, que usa o nome artístico Micá, mas tenho vindo a adiar o momento por causa do fado que escolhi para fazê-lo, fado que tem uma letra que pode causar agora certos constrangimentos e que alguns poderão achar até de duvidoso bom gosto. Ora, foi exactamente por causa desta curiosa letra, que não conheço interpretada por outro/a fadista, que escolhi este fado e decidi finalmente divulgar, doa a quem doer. Pode parecer que a letra é daquelas muito datadas, definitivamente pertencente ao passado, no que toca a discriminações raciais e a nacionalismos serôdios... A sério, acham mesmo?!...

Formulando a questão de outro modo; já não haverá leis que impeçam alguns de caminhar pelo "passeio", mas que abra excepções a alguns desses, diferentes doutros alguns?...

Enfim, quem dera que qualquer português continuasse a sentir esse orgulho de ser "dum país de valor, muito nobre e sonhador, conhecido em todo o mundo..."

Sem mais, "O Português", de Júlio Vieitas e Pedro Rodrigues, na interpretação de Micá.



video

2 comentários:

julirta disse...

Olá Drª.Ofélia muito boa noite.

Como de costume de quando em vez venho fazer uma visita ao seu
Fado Cravo,pois tenho surpresas agradaveis e aprendo sempre alguma coisa.
Fiz o mesmo a semana passada e tive curiosidade de ouvir a Micá porque fiquei na duvida se seria a letra que eu conhecia,e era a mesma depois fiquei sem saber que fazer, a Drª é muito cuidadosa nestas coisas de informações, e eu não cheguei a descobrir tudo, mas uma notei logo o erro, é que a musica do Fado é de Jaime Santos
"fado sevilha"e não Pedro Rodrigues
como por engano estará no disco, a letra tenho quase a certeza, que não é de Julio Vieitas, mas esta duvida de momento fica em aberto.
Peço desculpa por este meu reparo, não me leve a mal.
Com toda a minha admiração
Julieta de Castro

Fadista disse...

Viva, minha Amiga
Muito obrigada por este seu comentário que em nada me ofende, pelo contrário, muito me orgulha a sua visita a este meu blogue e a atenção dispensada. Eu também estou aqui para aprender e, por isso, faço por vezes certas provocaçõezinhas, a maior parte das quais fica por isso mesmo, porque ninguém liga... Contudo,felizmente, não foi este mais um desses casos.
De facto, como diz, as indicações que forneci são precisamente as que acompanham o disco e que decidi manter, sem mais. Por vezes, eu própria chamava a atenção para o que me parecia incorrecto, mas agora é raro fazê-lo, por diversas razões, uma das quais esperando que alguém o faça e me confirme a presunção, que disso não passa, uma vez que, nestas matérias, sou simples amadora. Neste caso, também me parecia estar a ouvir o Fado Sevilha e até fui confirmar neste utilíssimo blog http://fadotradicional.blogspot.comQuanto à letra, creio que o J.Vieitas teria este fado antigo integrado no seu repertório e, como também é letrista...
É aborrecido que as editoras continuem a descurar as autorias e que, igualmente, a maior parte dos fadistas, mesmo os mais antigos e conceituados, não tenha o hábito de nomear os autores, sem o talento dos quais eles não poderiam deliciar-nos com o virtuosismo das suas interpretações. Mesmo na rádio da especialidade, é esse o hábito; parece que as autorias são de somenos, quando, afinal, são de "somais"...
Muito obrigada, portanto, pelo seu reparo, ficando assim feita a devida correcção, como convém, por alguém que é Alguém no "meio do Fado". Bem haja!
Bjinho para si, outro para o Dr.
Ofélia