sábado, maio 09, 2009

ANITA GUERREIRO - "Senhora da Saúde"

Plat.

Nota biográfica:
Uma das atracções mais típicas e queridas da revista, Anita Guerreiro continua ainda hoje a trabalhar e a ser uma autêntica preferida do público, embora actualmente na televisão, onde participa regularmente em telenovelas e séries de comédia. Tal como muitos outros, Anita Guerreiro começou, com apenas sete anos, por ser uma das "miúdas", fadistas infantis que ficavam identificados com o bairro de onde vinham - sendo "a miúda do Intendente", bairro onde nasceu em 1936. Com apenas quinze anos de idade, em 1952, Anita Guerreiro (nome artístico, pois o seu verdadeiro nome é Bebiana Cardinalli) concorria a um passatempo do popular programa radiofónico Combóio das Seis e Meia. Espantado com o que ouvia, o produtor do programa, Marques Vidal, convidou-a imediatamente para se juntar ao elenco e, poucas semanas depois, estreava-se como fadista no Café Luso. E antes de completar os vinte anos, era já vedeta de revista, género em que se estreou em 1955. A Anita Guerreiro se deve a criação de um fado-canção que ficou na boca do povo e até Amélia gravou: Cheira a Lisboa, que criou em 1969 na revista Peço a Palavra. Ironicamente, pouco depois desse sucesso colossal, Anita Guerreiro afastou-se da revista durante mais de uma década, apenas regressando em 1982. Manteve-se entretanto activa como fadista, cantando em casas de fados e actuando no estrangeiro.
Com letra de Francisco Radamanto é este fado que Anita Guerreiro interpreta no Fado Alcântara, de Raul Ferrão - "Senhora da Saúde", a Nossa Senhora do Fado!
Vídeo de Homenagem
video

6 comentários:

Manuel Peralta Godinho e Cunha disse...

Anita Guerreiro...muito bem recordada!

MLeiria disse...

E a Procissão da Senhora da Saúde...a que não costumo faltar, mas este ano não me foi possível ir.
Que Nossa Senhora da Saúde, Padroeira dos Fadistas, não nos abandone!...
Qual é a vossa Padroeira?
Beijinho
OP

isto é espetaculo disse...

A ANITA GUERREIRO FOI E CONTINUA A SER UMA GRANDE E VERDADEIRA AMIGA DA SAUDOSA FERNANDA BAPTISTA.
APENAS NAO TEM APARECIDO NA DIVULGAÇAO DA EXPOSIÇAO POR MOTIVOS DE TRABALHO,ESTÁ A GRAVAR UMA NOVELA E NÃO TEM TIDO DISPONIBILIDADE.
ESTARÁ PRESENTE NA INAUGURAÇAO POIS JAMAIS ESTARÁ LONGE DESTA INICIATIVA,AINDA POR CIMA EU ADORO A ANITA.

MLeiria disse...

Bem me parecia!
Vi-a ontem, na Homenagem ao J. Casanova. Como sempre, a cantar muito bem e mtº simpática; incansável no apoio ao João.
Tudo bom!
Alguma coisa em que possa ser útil, contacte!

Américo disse...

Tinha eu talvez 16 anos, quando ela gravou o Catavento, que logo a seguir fizemos nós aí perto de Lisboa, em Loures, uma Revista e tocou-me a mim o Catavento, por causa disso passei a gostar e acompanhar a Anita Guerreiro, e fui tantas vezes ao Parque Mayer,onde ela entre outras, eram a alegria de Lisboa e suas Gentes. Feliz o te-la recordado Amiga Ofélia. Parabéns.

MLeiria disse...

O meu amigo conhece quase todos este/as fadistas/artistas... eu não conheço pessoalmente a Anita Guerreiro, mas gosto muito dela, quer como actriz, quer como fadista; tem "bom astral", como soi ora dizer-se!...
Bjinho
OP