sábado, dezembro 20, 2008

FADO Sempre!



















Encontrei ontem à venda, num posto dos CTT, esta obra que se apresenta como sendo "um conceito criado pela Difference com o objectivo de ser a mais completa obra do Fado reunida num só volume" que se apresenta "em livro com 80 Fados em 4 CD, numa edição de luxo a cores em português e inglês". Textos dos jornalistas Nuno Lopes e Manuel Halpern.
Comprei, gostei e recomendo.
Uma prenda de Natal bem portuguesa!

11 comentários:

Manuel Peralta Godinho e Cunha disse...

Tanbém vou comprar.
Obrigado pela recomendação.

jaume disse...

Vou ter de voltar por cá!
Embora tenha algums fados desta colectanea, acho que vou comprar..
bjinhos.
jaume

Anónimo disse...

Não será a obra mais completa, mas quanto a nós é um excelente exercício, sério e com bases, de como se poderá alinhar uma colectânea de Fado. Parabéns à Difference.
aideuseue@yahoo.com

Anónimo disse...

Cara blogger segui o seu conselho e comprei. O que fiquei a saber. is autores são diferentes mas escrevem muito bem. Preferi o texto sobre a história do fado, do Nuno Lopes, pois conhecia pouco e pareceu-me uma síntese muito bem feita. Gostei do halpern mas é sobre o fado actual e é mais uma análise de gostos e caminhos. Fiquei a ouvir vozes que pontualmente conehcia o nome, pois só me comecei a interessar por fado, neste sentido de conhecer e saber mais, depois da morte da divina Amália. Obrigado pelo conselho. Ana Carvalho

Anónimo disse...

Amigos do Fado dispensando mais elogiso a esta edição, eu sabia dela pois ouvia a entrevistas dos tr~es - editor e jornalistas - no programa do nosso querido amigo Edgar Canelas e fiquei de pulga atrás da orelha e fui comprar, e está de facto razoavelmente bem feita; merece uma leitura um artigo de Inez Benamor no Hardmusica que se a blogger me eprmite aqui coloco o link: http://www.hardmusica.pt/noticia_detalhe.php?cd_noticia=334

J. Regaleira

MLeiria disse...

Mas que honrada que me sinto por congregar todos estes ilustres comentadores!
Gostaria que fosse sempre assim. E estão todos à vontade para indicar os links que entenderem.
Obrigada pela colaboração.

Anónimo disse...

De facto cara Maria o livro/CD que recomenda é um bom sinal do que se pode fazer em termos de divulgação de fado. Não conheço o trabalho de nenhum dos jornalistas, mas gostei e concordo com a Ana Carvalho de o texto do Nuno Lopes estar mais bem explicado e reunir mais informação.

Anónimo disse...

Fiquei a compreender muitas das andanças do fado. Obrigado pela sugestão. De facto está escrito de forma muito clara... Pedro Ayres

Anónimo disse...

O que sobressai neste Livro/CD é não só a capacidade própria de raciocínio dos dois jornalistas como o envolvimento social e histórico surpreendente, tanto de um como de outro.
Maria Monteiro

Anónimo disse...

Fiquei muito elogiada por ter sido citada neste blog eminentemente fadista. Obrigado. aproveito para dar os parabéns à blogger e informar que está prestes a sair uma segunda edição.
Inez Benamor

Anónimo disse...

Ora aí está um bela colecção sem pretensiosimos e com a possibilidade de trazer para o fado mais e melhores apreciadores, ou seja alguém que se interesse realmente e entenda e saiba o que se canta sem deitar boutades como tantos que se ve~em por aí. O terreno fadista está minado por eles!
Carlos Valente