quinta-feira, julho 24, 2008

Mª AMÉLIA PROENÇA - "Campinos"















"Maria Amélia Proença continua hoje senhora de um timbre de voz único autenticamente lisboeta e fadista, senhora de uma apurada interpretação! A sua vida é uma história do fado." N.L. (jornalista)


"Esta sim é a fadista mais antiga no activo e em pleno! Continua com magnífica voz e excelente dicção, timbre fadista e genuíno!" Anónimo


Estes são dois dos comentários que mereceu o post que há cerca de um ano fiz sobre esta fadista que muito prezo. Mais uma vez agradeço aos que comentam o meu trabalho e que, desse modo, me ajudam a informar, a melhorar e corrigir e que desempenham o importante papel de interlocutor, participante neste trabalho que é feito em prol do Fado e de todos que, como eu, admiram e amam este tão genuíno e singular modo de ser português do/no Mundo.


Hoje, na sua voz tão característica, vamos ouvir Mª Amélia Proença no fado "Campinos", autoria de Clemente Pereira e Baptista Lourenço, uma homenagem a esses homens valentes das lezírias e ao mundo rural que, noutros tempos, a canção urbana não esquecia...
VÍDEO DE HOMENAGEM

video

Sem comentários: