domingo, fevereiro 17, 2008

MARIANA SILVA - FADO MENOR - "RENASCIMENTO"

Este é o Fado Menor, um dos três pilares do Fado, cuja autoria se perdeu na noite dos tempo; a letra é de Fernando Farinha; a interpretação de Mariana Silva, que foi Raínha do Fado Menor em 1952, num concurso organizado por Fernanda de Castro, no Teatro Apolo.

5 comentários:

manuela disse...

Olá!Encontrei o seu blog e admirei-me por ter um blog sobre fado.
Eu também tenho um, mas não é tão permenorizado como o seu.
Se quiser ir ver vou deixar o link.
http://manuela-extrablog.blogspot.com/

Fico á espera.

Abraço

Manuela

Anónimo disse...

Beautiful song! Thank you. Best wishes. Ulf, Estocolmo.

Jaume y disse...

Sou catalão. Não sei escrever muito bem o português. E gosto do Fado. Gosto infinito do fado. E fui a ver o "filme" e senti vergonha ao sair. Vergonha e raiva pelo tratamento que fiz o C. Saura, muito provavel por estar mal aconselhado e também porque ele não percebe quando é que o fado acontece.Acho. O "provincianismo" que as autoridades de Lisboa demostram ao encargar a um realizador espanhol um filme sobre fados é duma estupidez que faz rir por não chorar as pessoas com um mínimo da sensibilidade e um bocadinho da cultura. O film é simplesmente qualquer coisa menos um documentario de Fado. O C. Saura não fiz o mesmo tratamento com Flamenco o Tango. Não fiz misturas estranhas. Fiz o que era preceptivo e não ando a brincar. Porqué , então, o fiz com o Fado se ele tinha "assesores". Alguem pode-me explicar que esta a pasar aqui?
C. Saura tem un nome no mundo do cinema. Agora ele fiz un filme "Fados" e o resultado além duma o duas cenas boas, é um film artisticamente mediocre e com um resultado que não gosta ao mundo da fadistagem. Mas como ele tem un nome no mundo, tinha de conseguer um premio. E como la Academia de las Artes .... não sabia qual premio conceder, o fiz a melhor canção original. Já sabemos as bases dos premios, tem de ser uma canção feita para o filme e os premiados são os compositores. Quando ouvi a cançao premiada, eu que não sei nada de fado lembrei-me d'outros poemas cantados com a mesma musica. O poema é inedito, isto é bom, correcto. Mas a musica não é inedita. Corri a procura de informação e confirmei o que achava. Então ¿que coisa pasa com o sr. C. carmo? ¿Acha que esta por cima dos outros fadistas aceitando este premio?
Não sei que esta a pasar, mas eu estou zangado. Zangado com C. Saura com os asesores do film com os politicos que deram os dinheiros para o fazer, com os criticos de cinema que só estaõ a ver as "maravilhas" do Saura que afinal tem Patente de corso para fazer qualquer coisa e ser considerado um "genio", e zangado agora com a Academia que deu este premio e com quem o aceito. Tudo uma troça. Acaso ninguem zangou-se com o tratamento que o film faz de Amália?.
No digo mais nada. Peço perdão pelos muitos erros. Os leitores tem de pensar que há um ano não escrevia nada~em português.
Os meus respeitos ao mundo fadista
O como diz o sr. Zeloso: Nação fadista

Jaume Coy
Barcelona
o meu email
catalunyacoy@gmail.com

Anónimo disse...

Exemplo interpretativo da nossa Rainha do Menor! Mariana Silva foi uma extarordinária intérprete, foi porque deixou de se apresentar em público e nós que sempre a apreciámos desde há muito, temos pena que de vez em quando não faça um gostinho aos fãs. Flores de Verde Pino

Anónimo disse...

54 anos, por terras do Canada e eis que, só hoje, ao azar duma pesquisa na Internet, deparei com uma voz... que nos encantou, a vossa, D. Mariana Silva.
Assim a curiosidade se instalou... se serieis vós, que em 1950/51 vivieis num r/c da AV. Afonso III , ao Alto S. João, em Lisboa?
Em 60 anos, quanto caminho se andou... Quer sejais, ou não, dou-vos os... parabéns minha Senhora, por toda a vossa carreira passada mas, que só agora conheci e Felicidades para tudo, o que, o futuro vos reserva.
Um admirador... mas,desatento.