domingo, novembro 11, 2007

Mª EMÍLIA FERREIRA - "Fado Corrido"

Mª Emília Ferreira é uma das consagradas cantadeiras cujo percurso artístico marcou a História do Fado das primeiras décadas do séc. XX. Contemporânea, entre outros , de Alfredo Duarte "Marceneiro", Berta Cardoso, Ercília Costa, Ermelinda Vitória, Filipe Pinto, Hermínia Silva, Júlio Proença, Madalena de Melo, Mª Albertina, Mª Alice, Mª do Carmo, Mª do Carmo Torres, Natália dos Anjos... a sua biografia, bem como a dos mais notáveis cantadores e cantadeiras do início do século passado, encontra-se num dos mais prestigiados livros da especialidade - "ÍDOLOS DO FADO", de A. Victor Machado (1937), um registo feito com intenção, permitindo ainda que todos esses "nomes perdurem na memória dos vindouros". De todos os que pertencem à História do Fado, alguns há de que já foi possível encontrar e recuperar antigas gravações, que são parte do Património Cultural Português. Refiro-me à colecção de discos "Arquivos do Fado", constituída por 6 CD's, elaborada pelo detentor de um espólio invejável de música portuguesa, nomeadamente Fado, e proprietário da Interstate Music, colecção editada em Portugal pela Tradisom http://www.tradisom.com/index.html , cujo Director, José Moças, editou também recentemente um blogue http://www78rotacoes.blogspot.com/ que tem como principal objectivo "criar um local de debate para os apaixonados" do 78 rotações.
Este fado, interpretado por Mª Emília Ferreira, encontra-se no Vol.I - Fado de Lisboa (1928-1936) - da Colecção acima referida, que regista ainda as vozes de Mª Silva, Alfredo Duarte, Madalena de Melo, Mª do Carmo Torres, José Porfírio, Ermelinda Vitória e Mª do Carmo. Os discos podem ser adquiridos on line, na Tradi-Loja, ou então na loja do Museu do Fado.
A editora deste blogue a todos deseja um especial dia de S. Martinho, comemorado com as tradicionais castanhas assadas ou cozidas, tanto faz, mas portuguesas s.f.f., regadas por uma "pingoleta", das que cantam, e tudo acompanhado ao som deste maravilhoso fado e outros, mas todos portugueses s.f.f. !
Tenha um óptimo Domingo!

video

5 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem!
Obrigada por continuares a recordar nomes do fado! É urgente que se elabore um catálogo do fado desde os primeiros registos até aos dias de hoje. Quem tem fôlego para tal?
Bom S. Martinho com muitas castanhas e "pingoleta".
Eu

Anónimo disse...

Que sentiemnto que esta senhora coloca na interpretação. Não conehcia de todo e concordo com o anterior comentário que é necessário que se elabore um catálogo de fado, mas a candidadura à UNESCO deve estar a tratar do assunto.
M.L. Castanheira

JOSÉ MOÇAS disse...

Em relação aos anteriores comentários posso garantir-lhes que a base de dados sobre as gravações de fado, desde os seus primeiros tempos (1900) é o trabalho que estou a elaborar.
Já agora aqui fica o convite para darem uma vista de olhos no meu blog, já referido no texto da "fadista". Ainda está a dar os primeiros passos, mas quantos mais apoiarem - e basta o incentivo da palavra - maior força ganhamos!
Como a Maria Emília Ferreira existem inúmeras outras vozes de grande talento no espólio do Sr. Bruce Bastin, mas parece que as nossas Instituições tardam a "acordar" para a resolução da sua vinda para Portugal.

Anónimo disse...

Por si eu tenho aprendido
como o fado é cultural
e cantado com sentido
é algo fenomenal

E recordar o passado
de cantantes esquecidos
como você nos tem dado
só estamos agradecidos

Continue a divulgar
o fado mais popular
desse modo adequado
que vão passar-lhe a chamar
a PROFESSORA do FADO

Anónimo disse...

Esta só pode ser tua, meu querido !... Tem graça, tem.
Bjinho
OP