sexta-feira, novembro 24, 2006

ARRÁBIDA

I.P. 1905

















A celebrar o Portinho d'Arrábida, um "fado" com música de Armando Machado e letra de Ivete Pessoa, interpretado por Maria de Lourdes Machado, todos ao tempo residentes da Adega Machado, uma das mais afamadas casas de fado de Lisboa de que Armando e Mª de Lourdes Machado eram os proprietários e, respectivamente, violista e fadista e Ivete Pessoa, para além de servir às mesas, era também uma das fadistas de serviço.

BALANÇA, BALANÇA
Ó meu Portinho d'Arrábida
Onde os dias vou passar
Venho sempre com saudades
De não poder cá ficar

Ó minha Pedra d'Anicha
Tu és para mim um tesouro
Quando as algas o sol bate
Brilham mais que o próprio ouro

Balança, balança, nas ondas do mar
Balança, balança, barquinho a pescar
Balança, balança, nas ondas do mar
Que não percas esperança
De à praia voltar

Meu barquinho, meu amigo
Quando vais a navegar
Vais desafiando o perigo
A correr e a saltar

Como é bom olhar pr'ó mar
Ver das ondas o fulgor
E ouvir ao longe cantar
A canção do pescador

Balança, balança, barquinho no mar
Balança, balança, barquinho a pescar
Balança, balança nas ondas do mar
Que não percas esperança
De à praia voltar

2 comentários:

Anónimo disse...

só tu para desencatares uma coisa destas. Estava longe de saber que a Arrábida também tinha um fado. A fotografia é linda mas não se vê a casa.

Fadocravo disse...

Não fiques triste, porque há muita gente que está tão longe quanto tu de saber uma coisa destas e provavelmente nem chegarão a saber porque não consultam este magnífico blog e ainda por cima nem se ralam porque o saber em nada contribui para a sua felicidade, delas... Há até quem ache que isto nem faz parte da cultura... parece que ainda não se lecciona nenhuma cadeira de FADO na Fac.; nem banco, qtº mais cadeira!... banco é mais BES ou por aí, pelos verdes da moda... Ora espreita lá este verde
www.fadistascomoeusou.blogspot.com
Continua a comentar, que este é mesmo um blog formidável! HE!HE!