quinta-feira, janeiro 04, 2007

MÃE















Hoje há mais uma estrela no céu !
A Minha Querida Mãe

As palavras mais bonitas
que a nossa Língua contém
são estas três, tão benditas:
Amor e Saudade e Mãe...
.... .... ....
(Armando Neves)

... .... .... ...
Quando, cansada da vida
E farta de mil abrolhos
Queria que a fechar meus olhos
Fosses tu, mãezinha querida !
Sem ti, é mais dolorida
Da vida, a dura jornada
Mas Deus quis, mãe adorada!
Que tu partisses primeiro
E, no mundo traiçoeiro,
Quem não tem mãe, não tem nada!

(Domingos Gonçalves Costa)


Não minha mãe. Não era ali que estava.
Talvez noutra gaveta. Noutro quarto.
Talvez dentro de mim que me apertava
contra as paredes do teu sexo-parto.

A porta que entretanto atravessava
talhada no teu ventre de alabastro
abria-se fechava dilatava.
Agora sei: dali nunca mais parto.

Não minha mãe. Também não era a sala
nem nenhum dos retratos de família
nem a brisa que a vida já não tem.

Talvez a tua voz que ainda me fala...
... o meu berço enfeitado a buganvília...
Tenho tantas saudades, minha mãe!

(J.C. Ary dos Santos)


1 comentário:

ADRIANO disse...

Hoje, como tantos dias passei por este maravilhoso blog e verifiquei que há 20 dias que não faz um dos seus maravilhosos posts... Então minha cara, nada de baixar os braços pode crer que o seu trabalho é sempre admirado..Cumprimentos e força para uma continuação!